Home » Arquivos da Categoria "Trabalho Científico"

3.º CONGRESSO NACIONAL DE TERAPIA FLORAL – CONFLOR

O evento CONGRESSO NACIONAL DE TERAPIA FLORAL o terceiro realizado recentemente de 10 a 12 de março de 2017 no Rio de Janeiro, teve a participação no seu segundo dia da Profª Rosangela Vecchi Bittar .

Fechando o segundo dia do III CONFLOR
Painel – “Os Florais na Saúde – Cases
Talita Margonari Lazzuri – Experiência em Hospital Transplante Renal
Rosangela Vecchi Bittar – Florais em Hospital  na Oncologia 
Carla Araújo – Pesquisa Aids UFRJ
Mediadora – RogériaComim

 

conflor x

17203102_1587025901325052_1949810294151017831_n

Professora Rosangela Vecchi Bittar

CONFLOR RO

 

17155538_1587024134658562_3617842043957316197_n

falando Talita Margonari CEO dos Florais de Saint Germain – apresnetando a experiência em hospital com transplantados renais

conflor 10

Rogério Rebelo – diretor na RIOFLOR Associação dos Terapeutas Florais do Estado do Rio de Janeiro e do CONAFLOR  – Conselho Nacional de Autoregulamentação da Terapia Floral.

17264653_1587026324658343_717906370937544840_n

Falando a Prof. Rosangela Vecchi Bittar da experiência e pesquisa qualitativa com humanos com florais na Clínica de Oncologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco de 2008 a 2014.

17203073_1587026664658309_6017171624115890334_n

Falando Carla Araújo  sobre a  Pesquisa com pacientes com Aids UFRJ

17264626_1587026124658363_5340437274744612055_n

 

conflor ro 8

Na mesa na ponta a mediadora a ilustre presidente do CONAFLOR Rogéria Comim.

talita e ro conflor

Talita Magonari  do Sistema Floral de Saint Germain e a Profª Rosangela Vecchi Bittar especilaista em Terapia Florla professora do Sistema Floral de Saint Germain desde 2012.

 

 

Continue lendo este post

Dor Oncologica e os Florais de Bach


Segundo Trabalho apresentado na modalidade poster conforme as regras do evento no 11º Congresso de Psico-Oncologia e IV Encontro Internacional de Cuidados Paliativos em Oncologia realizado de 23 a 25 desetembro de 2010 no Rio de Janeiro.

Pesquisadora: Rosangela Vecchi Bittar
Especialista em Terapia Floral pela Universidade Federal de Pernambuco

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO – HOSPITAL DAS CLÍNICAS
A TERAPIA FLORAL NO CUIDADO PALIATIVO A PACIENTES ONCOLÓGICOS NO SUS.

CUIDANDO DO DESEQUILÍBRIO EMOCIONAL PARA ALÍVIO DA DOR NA PERPECTIVA DO USO DAS ESSÊNCIAS FLORAIS DE BACH.

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

A dor oncológica é um dos grandes incômodos relatados por pacientes que se encontram em Cuidados Paliativos, muitas vezes a morfina de 4 em 4 h, aliada a outras prescrições não dão fim sensação dolosa que os pacientes narram ao longo do tratamento paliativo. Inegavelmente o componente emocional agrava e estimula a percepção da dor, vários estudos já constaram isto.

Nas situações capazes de agravar a percepção dolorosa são citados: o desconforto, a insônia, o cansaço, a ansiedade, o medo, tristeza, raiva, depressão, aborrecimento, isolamento e abandono social.

No tratamento da dor é importantíssimo utilizar medicamentos coadjuvantes aos analgésicos. A Terapia com Essências Florais através da anamnese, escuta das queixas do paciente, de sua história de vida, com atenção amorosa e a prescrição das essências mais indicadas para cada caso, se insere como alternativa complementar ao tratamento convencional. Seu uso via gotas sublinguais facilita o tratamento.

O objetivo foi a investigação sobre a eficácia do uso das Essências Florais do Sistema Bach no tratamento do quadro emocional que alimenta o ciclo doloso.

MATERIAIS/ MÉTODOS:

Trata-se de estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativo de casos clínicos atendidos no período de três meses realizado no Ambulatório de Oncologia do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Pernambuco, realizado de novembro de 2008 a dezembro de 2009 com 20 sujeitos adultos maduros em cuidado paliativo, atendidos voluntariamente e que aceitaram participar da pesquisa conforme Termo de Consentimento Livre Esclarecido Resolução 196/1996 do Conselho Nacional de Saúde.

Após atendimento receberam vidro contendo prescrição individualizada das essências florais do Sistema Floral de Bach.

RESULTADOS/CONCLUSÃO:

Observamos ao iniciar o tratamento, relatos de impaciência e irritação, medo, ansiedade, desespero, depressão, problemas com o sono e conflitos familiares, a dor emocional, comum a tais pacientes, durante o tratamento é substituída por relatos de tranqüilidade, paz interior, expressões de face suavizadas, passando a dormir melhor e até mesmo apresentando disposição para passear. Constatamos que os pacientes alteraram a periodicidade do uso da morfina para espaço de 12 em 12 h.
Concluindo, a Terapia Floral mostrou-se eficaz no tratamento dos estados emocionais e conseqüente sintoma dor daqueles pacientes acompanhados com o uso das essências florais, proporcionado alívio e conforto ao paciente oncológico.
As essências florais de Bach mais utilizadas foram: Crab Apple (Malus pumila), Impatiens (Impatiens royalei), Gorse (Ulex europaeus), Holly (Ilex aquifolium), Rock Rose (Helianthemum nummularium), Star of Bethlehem (Ornithogalum umbellatum), White Chestnut (Aesculus hippocastanum), Vervain (Verbena officinalis).

FICA PROIBIDO A REPRODUÇÃO DESTE TRABALHO SEM A AUTORIZAÇÃO DA AUTORA.
ESTE TRABALHO É ORIGINAL RESULTADO DE PESQUISA CIENTÍFICA REGISTRADA NO MINISTÉRIO DA SAÚDE E AUTORIZADA PELO RESPECTIVO CÔMITE DE ÉTICA POIS TRATA-SE DE PESQUISA QUALITATIVA ENVOLVENDO SERES HUMANOS PROJETO CONEP CAAE 0280.0.172.000-08, SISNEP FR 221286 REGISTRO E CEP/CCS/UFPE 289/08.

Curriculum Simplificado:

Estuda as essências florais desde 1992, participou de vários cursos (Sistema Bach do Bach Center (Carmem Monari, Florais de Minas em Itaúnas com Ednamara, Sistema Saint Germain com Neide Margonari, Sistema do Pacífico com Sabina Pettitt etc.),Título de Especialista em Terapia com Essências Florais pela UFPE.Trabalhos voluntários no UCIS Guilherme Abath da Prefeitura de Recife – PE (2007/8),na Associação Brasileira de Alzheimer onde coordena Comissão de Práticas Integrativas e Complementares com ênfase a Terapia Floral (2008/2011),Terapeuta Floral Voluntária da Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE setor de Oncologia desde maio/2008 (até hoje cerca de 1950 atendimentos neste contexto doando os remédios florais para o paciente sem recursos financeiros).

Palestras divulgando a Terapia Floral em empresas Tim Nordeste, Contax, Procuradoria Geral da União 5. Região, em evento no Hospital da Aeronaútica do Recife, apresentação de Trabalhos em diversos Congressos etc., oficinas com a Terapia Floral com grupo de cuidadores de pessoas com alzheimer, 1. Forum Nacional da Mulher Idosa e outros eventos Jornadas e Simpósios, inclusive como palestrante no 2. Simpósio de Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE.

Ministrou aula no Mestrado de Enfermagem com o Tema Práticas Complementares e Espiritualidade com os Temas Terapia Floral e Aromaterapia. Professora convidada da Proextensão da UFPE para curso de Reiki e Terapia Floral.

Entrevistas em rádio, tv (Globo e SBT)e jornais (Correio Brasiliense, Diário de Pernambuco, Folha de Pernambuco e outros jornais) falando sempre sobre o trabalho com as essências florais sempre objetivando divulgação sem fins lucrativos.

Atendimento em consultório particular.

EMAIL:rosangela.bittar@globo.com
contato cel.(81) 8843-0584

Continue lendo este post

Terapia Floral no Cuidado Paliativo no Câncer

Trabalho apresentado na modalidade poster conforme as regras do evento.

11º Congresso de Psico-Oncologia e IV Encontro Internacional de Cuidados Paliativos em Oncologia realizado de 23 a 25 desetembro de 2010 no Rio de Janeiro.

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PERNAMBUCO – HOSPITAL DAS CLÍNICAS
A TERAPIA FLORAL NO CUIDADO PALIATIVO A PACIENTES ONCOLÓGICOS NO SUS.

INTRODUÇÃO E OBJETIVOS

Terapia Floral (TF) é uma prática complementar a saúde desenvolvida pelo médico inglês Edward Bach, no século passado que trata o indivíduo de forma integral (mental, emocional, espiritual e consequentemente no físico) através da escuta acolhedora e da prescrição dos remédios florais indicados para a situação particular que vive.

A TF se agrega a equipe multidisciplinar no cuidado ao paciente oncológico em fase de estadiamento de Cuidado Paliativo que segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS) consiste na assistência ativa e integral ao paciente, cuja doença não responde ao tratamento curativo, sendo o principal objetivo garantir qualidade de vida ao paciente e respectivo familiar. Sabemos que o câncer é uma doença que exaure as forças vitais, emocionais, mentais e espirituais dos envolvidos. Ao chegar a esta etapa do tratamento estão todos esgotados e agravam-se sintomas não só a dor física como emocional, além das perdas inerentes ao processo, como de autonomia, problemas familiares, sociais, econômicos e espirituais. O corpo físico apresenta a materialização da doença através do tumor, metástase, o emocional e mental apresentam seus sinais e sintomas como depressão, stress, medo da morte e desespero.

O objetivo centra-se na investigação e avaliação da utilização das essências florais no contexto de alívio do sofrimento emocional, sob o ponto de vista da integralidade do ser, na fase paliativa, no quesito qualidade de vida.

MATERIAIS E MÉTODOS

Trata-se de estudo descritivo exploratório com abordagem qualitativo de casos clínicos atendidos no período de três meses realizado no Ambulatório de Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE, realizado de novembro de 2008 a maio de 2009 com 15 sujeitos de faixa etária de 26 a 76 anos, atendidos voluntariamente e aceitaram participar da pesquisa conforme Termo de Consentimento Livre Esclarecido Resolução 196/1996 do Conselho Nacional de Saúde.
Como instrumento de coleta de dados foi utilizado prontuário dos pacientes, roteiro de questionamento, acolhimento, observação e escuta da história pessoal dos pacientes. Após atendimento receberam vidro contendo prescrição individualizada das essências do Sistema Floral de Saint Germain.

RESULTADOS E CONCLUSÃO

No contexto da oncologia, a TF apresenta como resultado: alívio da ansiedade, desespero, medo, angústia, stress, depressão, transformação de pensamentos suicidas; maior participação da vida cotidiana; tranqüilidade interior; melhoria da qualidade do sono; melhoria do quadro de dor nos pacientes. Os familiares por sua vez, sentiram-se tranqüilizados e amparados para enfrentamento da realidade do quadro.

A TF é uma prática simples, sem contra-indicação, inteiramente natural, que pode ser incorporada pela equipe multidisciplinar com ganhos tanto para o paciente como para a família, pois os resultados positivos promovem bem-estar, conforto, minimizando o sofrimento através do tratamento dos distúrbios emocionais assegurando qualidade de vida.

FICA PROIBIDO A REPRODUÇÃO DESTE TRABALHO SEM A AUTORIZAÇÃO DA AUTORA.
ESTE TRABALHO É ORIGINAL RESULTADO DE PESQUISA CIENTÍFICA REGISTRADA NO MINISTÉRIO DA SAÚDE E AUTORIZADA PELO RESPECTIVO CÔMITE DE ÉTICA POIS TRATA-SE DE PESQUISA QUALITAIVA ENVOLVENDO SERES HUMANOS.

Curriculum Simplificado:

Estuda as essências florais desde 1992, participou de vários cursos (Sistema Bach do Bach Center (Carmem Monari, Florais de Minas em Itaúnas com Ednamara, Sistema Saint Germain com Neide Margonari, Sistema do Pacífico com Sabina Pettitt etc.),Título de Especialista em Terapia com Essências Florais pela UFPE.Trabalhos voluntários no UCIS Guilherme Abath da Prefeitura de Recife – PE (2007/8),na Associação Brasileira de Alzheimer onde coordena Comissão de Práticas Integrativas e Complementares com ênfase a Terapia Floral (2008/2011),Terapeuta Floral Voluntária da Oncologia do Hospital das Clínicas da UFPE setor de Oncologia desde maio/2008 (até hoje cerca de 1950 atendimentos neste contexto doando os remédios florais para o paciente sem recursos financeiros).

Palestras divulgando a Terapia Floral em empresas Tim Nordeste, Contax, Procuradoria Geral da União 5. Região, em evento no Hospital da Aeronaútica do Recife, apresentação de Trabalhos em diversos Congressos etc., oficinas com a Terapia Floral com grupo de cuidadores de pessoas com alzheimer, 1. Forum Nacional da Mulher Idosa e outros eventos Simpósios e Jornadas.

Ministrou aula no Mestrado de Enfermagem com o Tema Práticas Complementares e Espiritualidade com os Temas Terapia Floral e Aromaterapia. Professora convidada da Proextensão da UFPE para curso de Reiki e Terapia Floral.

Entrevistas em rádio, tv (Globo e SBT)e jornais (Correio Brasiliense, Diário de Pernambuco, Folha de Pernambuco e outros jornais) falando sempre sobre o trabalho com as essências florais sempre objetivando divulgação sem fins lucrativos.

Atendimento em consultório particular.

EMAIL:rosangela.bittar@globo.com
contato cel.(81) 8843-0584

Continue lendo este post

DOENÇAS REUMÁTICAS: O ALÍVIO DO SOFRIMENTO NA PERSPECTIVA DA TERAPIA COM ESSÊNCIAS FLORAIS


Apresentado na modalidade post no XI Fórum Nacional de Coordenadores de Projetos da Terceira Idade de Instituições de Ensino Superior e X Encontro Nacional de Estudantes da Terceira Idade de Instituições de Ensino Superior
Monografia de Conclusão da Especialização na Universidade Federal de Pernambuco.
O texto abaixo está em conformidade as regras de envio da comissão científica do evento (portanto resumidíssimo). Este trabalho na integra tem 54 páginas e será publicado em livro proximamente.

Cabe ressaltar que as essências mais eficazes neste contexto tem sido as Essências Florais da Pacific Essence,que apresenta significativos benefícios no físico como resultado do atendietno das questões emocionais do paciente. Este sistema floral foi projetado considerando os meridianos da Medicina Tradicional Chinesa.
A flor apresentada neste post é o Narcissus da Pacific Essence.

Por Rosangela Vecchi Bittar*

Introdução:
A Terapia com Essências Florais utiliza a energia vibracional de cada flor sob a forma de gotas, para tratar os estados emocionais do indivíduo, tendo como princípio fundamental tratar o doente e não a doença. BARNARD, (1992), afirma que a atitude mental ou o estado emocional são as causas das doenças. Medo, ambição, indecisão, rigidez, culpa, apatia, dominação, preocupação… São atitudes mentais. Que restringem o fluxo de energia vital no corpo tornando-se presas fáceis da enfermidade. Assim, a Terapia com Essências Florais poderá oferecer o conforto, o apoio, o acolhimento e trabalhar suas sombras enfrentando-as gentilmente e dando uma condição de viver digna a estes pacientes.

Objetivo: Realizar um levantamento bibliográfico das essências florais dos sistemas Bach, Califórnia e Pacific Essence, que poderão promover o alívio da carga mental e emocional dos portadores de doenças reumáticas.

Metodologia: trata-se de um estudo bibliográfico sobre as essências florais e no segundo momento foi comparado com a experiência do consultório.

Resultados: os sinais e sintomas mais comuns no plano físico foram: anemia, dores articulares, deficiência imunológicas, deformação doa dedos das mãos e pés, depressão, imobilidade, no plano emocional: carência afetiva, raiva, medo, foram, apego, rigidez mental. As essências identificadas do Sistema Bach foram: Gentian, Cerato, Wild rose, Elm, Chicory, Beech; Impatiens, Holly, Rock water e Mimulus, com relação ao sistema Pacific essence foram: Goatsbeard, Jellyfish, Anemone, Mussel, Blue lupin, Snowdrop, Brown kelp, Chiton, Vanilla leaf, Narcissus, Salal, Candystick, Surfgrass, Starfish, Sea palm, Nootkarose. E do Sistema Californiano foram: Love-lies-bleeding, Scooth broom, Dandelion, Scarlet monkeyflower, Rosemary, Mariposa lily, Dogwood, Bleeding heart, Saint John wort, Pink monkeyflower, Evening primrose.

Conclusão: essas essências florais identificadas auxiliam aos clientes portadores de doenças reumáticas a enfrentar as experiências vividas confrontando os pensamentos e as ações até que estejam alinhados para observar o mundo numa nova ótica com qualidade de vida.

Palavras chaves: Doenças reumáticas, essências florais, alívio do sofrimento, qualidade de vida

Referências Bibliográficas:
BACH, Edward, Os remédios Florais do Dr. Bach incluindo Cura-te a Ti Mesmo e os doze Remédios – São Paulo Editora Cultrix – 24.º edição.
BARNARD, Julian, Padrões de Energia Vital Uma releitura da Vida e Obra do Dr. Edward Bach e suas Descoberta dos Remédios Florais – São Paulo – Editora Aquariana – 1992
DALKE, Rüdiger, A Doença como Símbolo Pequena Enciclopédia de Psicossomática São Paulo, Editora Cultrix , 1996 DEROIDE, Philippe, As essências Florais Francesas harmonizadoras da alma – São Paulo – Editora Aquariana, 1992.

Richard, Medicina Vibracional – Uma Medicina do Futuro – São Paulo Editora Cultrix , 1998
GOLDENBERG, Evelin O Coração Sente, O Corpo Dói – São Paulo – Editora Atheneu, 2006 KAMINSKI , Patrícia et KATZ Richard, Repertório das Essências Florais Um Guia Abrangente das Essências Florais Norte-Americanas e Inglesas, para o Bem-estar Emocional e Espiritual, São Paulo Editora Triom, 2003 KAMINSKI , Patrícia, Flores Que Curam como usar essências florais, São Paulo Editora Triom, 2000.

MONARI, Carmen Participando da Vida com os Florais de Bach- São Paulo, Editora Roca, 2002
NICOLETTI, Dr. Sérgio Centro Brasileiro de Ortopedia Ocupacional – nov./1996

PETTITT, Sabina, Medicina Energética Cura Uma Dádiva da Natureza Essências Florais e Marinhas do Pacífico, São Paulo, Editora Triom., 1999.
STERN, Cláudia, Os 30 Novos Remédios Florais da Califórnia, São Paulo, Editora Pensamento, 2001 STERN, Cláudia et al, Florais de Bach Novos processos técnicos e clínicos – São Paulo, Editora Pensamento, 1994 SHEFFER, Mechthild A Terapia Original com As Essências Florais de Bach – São Paulo, Editora Pensamento, 1981 SHEFFER, Mechthild Terapia Floral do Dr. Bach – São Paulo, Editora Pensamento, 1981 DETHLEFSEN, Dethlefsen et DALKE, Rüdiger, A Doença como Caminho – São Paulo, Editora Cultrix , 1983 VENÂNCIO, Dina (organização), A Terapia Floral escritos selecionados de Edward Bach, São Paulo, Editora Ground, 1991 WEEKS, Nora As descobertas Médicas de Edward Bach Médico – São Paulo, Instituto Dr. Bach, 1940

Continue lendo este post