Home » Capim Seda » Arnica » A Energia da Cura da Arnica
Arnica Montara - flor

Arnica Montara – flor

por Rosangela Vecchi Bittar

Especialista em Terapia Floral pela Universidade Federal de Pernambuco
Mestre em Reiki – Aromaterapeuta

A Planta Arnica tem várias subespécies, mas a mais conhecida é a Arnica montana planta perene da família das compostas, originária das regiões montanhosas da Europa. Suas flores são de cor amarela.

A arnica é conhecida desde o século XII, Idade Média, e é utilizada desde o século XV pela medicina popular. Usualmente é utilizada em contusões, entorses Na homeopatia seu uso é direcionado nos casos de traumatismos e choques. Como fitoterápico deve ser usado com segurança apenas externamente devido a sua toxidade.

Na cosmética, a arnica é empregada para combater a oleosidade e queda excessiva dos cabelos, rachaduras e hematomas na pele e tratar irritações da pele dos bebês (na forma de talco ou creme). Para aplicações externas, você pode preparar a tintura ou usar o óleo medicinal.

No seu uso fitoterápico a Arnica montana é indicada para: dermatites, contusões, distensão muscular, dores (musculares, articulares, reumáticas, de entorse), espasmo, ferimento, febre, furunculose, gota, edema, hematoma, inflamação, inchaço, nevralgia, hemorragia, machucaduras, músculos doloridos, nevralgias, problemas ligados ao joelho, reumatismo, sistema circulatório (estimulante), traumatismo.

É contra-indicada para gestantes, lactentes e indivíduos sensíveis à planta.

A Arnica deve compor a “farmácia caseira” como tintura (para fazer compressas locais) ou pomada para socorrer depois de uma pancada ou contusão, tratar machucados, especialmente àqueles com marcas roxas. A responsável por essa eficiência é a presença de uma substância chamada quercitina, capaz de aumentar a resistência dos vasos e a irrigação sangüínea nos locais machucados, diminuindo o coágulo e eliminando a mancha roxa. Outra substância em sua composição e a inolina que funciona como, um analgésico, aliviando a dor da pancada.

Como fazer uma tintura: 200 g. de erva seca ou fresca num vidro esterilizado adicionem 1(um) litro de álcool de cereais, feche, rotule com o nome da erva e data, agite bem e mantenha em local escuro por 14 dias. Depois, coar e utilizar.

Como floral temos: No Sistema Francês Deva,a Arnica (Arnica montana) que trabalha a regeneração e conforto. Da mesma forma que o uso fitoterápico ela age nos casos de choques e traumas reequilibrando a energia vital. Nos casos de traumatismo onde se desalinha ou dissocia os corpos energéticos, ela atua regenerando, reparando tanto o físico como o mental, emocional e espiritual. Usada nos casos de trauma por abuso de drogas, especialmente no que se refere ao sistema nervoso, em situações de emergência, recompões e vitaliza.

A essência floral Arnica do Sistema da Califórnia – FES é elaborado com a subespécie Arnica mollis sua cor também é amarela e seu uso é similar. No entanto, em sua literatura conta-se que seu uso pode liberar doenças psicossomáticas de difícil diagnóstico e que não estão respondendo ao tratamento.

Nos Sistemas Brasileiros também temos a Essência Floral Arnica Campestre no Sistema de Minas cuja subespécie empregada é a Arnica-do-cerrado cuja indicação também é similar, indicada para rupturas e rompimentos na energia vital em razão de choques, traumas, ferimentos, cortes, contusões, cirurgias, acidentes, hemorragias, intoxicações. Mantém a integridade dos corpos físico e energético. É cicatrizante, catalisadora de outras essências quando é necessária a cura do corpo físico, boa para dores musculares, dores internas, articulações, reumáticas e situações pré e pós-operatórias.

No Sistema Brasileiro denominado Saint Germain no Floral Arnica Silvestre é elaborado com a subespécie é Solidago microglossa. É uma essência floral indicada para as situações em que há o comprometimento dos corpos físico e suprafísicos, nos traumatismos, nas fortes contusões, nas torções e ferimentos. Indicada para o pré e pós-operatório. A essência floral Arnica Silvestre trabalha os ferimentos morais. É indicada para os que sofreram abusos e abusam da alimentação, das bebidas e das drogas. Indicada também nos casos de rompimento de aura devido à mediunidade forçada. Arnica Silvestre traz para a consciência o mais profundo do auto-conhecimento para se curar e perceber o desequilíbrio e transmutar. Esta essência compõe o Emergencial do Sistema Floral de Saint Germain junto mais 11 outras essências.

Esta essência floral pode ser acrescentada a cremes para cicatrização mais rápida em cirurgia, contusão, problema de pele, diluição de mancha roxa, nestes 20 anos de minha prática tenho obtido ótimos resultados com esta essência floral adicionando ao creme, óleo de massagem, tomando da forma tradicional em gotas sublinguais ou adicionando a spray ambiental ou corporal, observei que esta essência floral sela a aura porosa, acelera processos de cura e constitui um campo de proteção para aquele que a usa.

Adquira meus livros na loja deste site.
Rosangela Vecchi Bittar
“O ato de compartilhar conhecimento é uma forma de transformação social”.
Especialista em Terapia c/Essências Florais pela Federal
de Pernambuco – UFPE – Pesquisadora – Escritora – Professora convidada da Pro-extensão da UFPE para Formação em, Terapia Floral e Reiki – Palestrante – Reiki Master – Aromaterapeuta – Mestra Facilitadora Autorizada do Sistema Floral de Saint Germain
Atendimento Voluntário Projeto Social Colorindo Vidas a pacientes e Familiares com Câncer = Instituto Crisitna Tavares de Apoio ao Adulto com Câncer.
Livros publicados:
“Os Benefícios das Essências Florais de Bach no Alzheimer”
“Uso Prático da Terapia Floral na Obesidade”
” Aromaterapia na Vida Diária – para viver melhor” Confira!
blog: http://terapiafloralqualidadedevida.blogspot.com/
site para venda livros: www.pesandonatural.com.br

7 comments on “A Energia da Cura da Arnica

  1. Comment by: Vera Botovas ,

    Muito interessante…. proveitoso mesmo o texto a respeito da Arnica.
    Parabéns. Gostaria de receber mais textos como estes.
    Muito grata, e
    Boa Noite

  2. Comment by: Ariovaldo C. Ribeiro ,

    Prezada Dra. Rosângela, boa tarde.

    Tenho um amigo, com idade por volta de 60 anos. Ele está com ezipela ou ezipele com inchaço frequente nas duas pernas da meia canela até aos tonozelos. Fica vermelho e incha bastante. Vem fazendo tratamento médico com baixa eficiência.

    Eu gostaria de ajudá-lo e ouvi dizer muito bem da arnica. Seria a arnica um remédio eficiente para o caso? Se for o caso, como ele deveria proceder o uso deste remédio natural? Se não, pergunto a senhora se pode indicar outro tratamento de resultado positivo?

    Meu grande abraço e desejo de grande sucesso na sua Preciosa Missão. SDS, Ariovaldo

  3. Boa tarde.
    Conheço os beneficios da arnica em forma de gotas para o pre e pós operatorio. Mas tenho 01 duvida: meu filho de 01 ano e 3 meses vai fazer uma cirurgia de polidactilia (retirada de 02 dedos nos pes), havera retirada de 01 dedo em cada pe com o ossinho. Ele pode tomar? É indicado? Sei que devemos ter cautela devido sua toxicidade, por isso minha duvida.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *